quinta-feira, junho 21, 2007

Reflexões sobre Lamarca, Renan.




Nesta primeira quinzena de junho ocorreram dois fatos que aparentemente não tem conexão, ledo engano
1 - Fato: O Presidente do Congresso, Senador Renan Calheiros é acusado de receber propina da Construtora Mendes Jr.
2 - Fato: A Comissão de Anistia do Ministério da Justiça concedeu anistia política ao capitão Carlos Lamarca. A viúva de Lamarca, Maria Pavan Lamarca, receberá pensão relativa ao salário de general de brigada, que hoje corresponde a cerca de R$ 12 mil.
Qual a conexão entre esses dois senhores? Qual a conexão entre os fatos por ambos vividos?
Uma única resposta: Os militares golpistas de 64, contra os quais Lamarca lutou, mergulharam o país num período que se caracterizou pela destruição da economia, a disseminação da corrupção e a falência, principalmente, do executivo, legislativo e judiciário.
Mas a ditadura deixou filhos e numa quantidade muito grande. Filhos que hoje travestidos de democratas sugam a nação, só visam seus proprios interesses, fazem do Congresso uma casa para negócios pessoais.
Lamarca lutou contra essa ditadura por que sabia qual seria a herança por ela deixada, produzir políticos corruptos que expoliam o povo, que causam a pobreza do país.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog